quinta-feira, 3 de novembro de 2011

algumas questões sobre concretismo


  1. Movimento poético surgido na década de 1950, revela-se um fruto legitimo da civilização audiovisual, em que à noção de poesia se incorpora, fundamentalmente, o elemento visual. É o:
a)verde-amarelismo b)Grupo anta
c) grupo marajás d)concretismo
e) pau-brasil

  1. O concretismo brasileiro apoia-se, principalmente, numa estrutura dinâmica “verbivocovisual”. Assinale a alternativa que não corresponde:
  1. Estruturação ótico-sonora funcional
  2. As palavras tornam-se polivalentes, estabelecendo novas formas de inter-relacionamento.
  3. A estrutura globalizante gera um significado.
  4. Preferência pelo verso regular impar e musical.
  5. Apesar de sua existência múltipla, apresenta unidade.

  1. O concretismo brasileiro caracteriza-se por:
  1. Renovação dos temas, privilegiando a revelação expressionista dos estados psíquicos do poeta.
  2. Exploração estética do som, da letra impressa, da linha, dos espaços brancos da pagina.
  3. Preocupação com a correção sintática, desinteresse pela exploração de campos semânticos novos.
  4. Descanso pelos aspectos formais do poema
  5. Preferência pela linguagem formalmente correta

  1. A poesia concreta lançada oficialmente em 1956, com a Exposição Nacional de Arte Moderna de São Paulo, teve três poetas que iniciaram tal experiência. São eles:
  1. Augusto dos Anjos, Haroldo de Campos e Oswald de Andrade
  2. Alberto de Campos, Décio Pignatari e Augusto de Campos
  3. Haroldo de Campos, Décio Pignatari e Augusto de Campos
  4. Oswald de Andrade, Décio Pignatari e Augusto de Campos
  5. Augusto dos Anjos, Alberto de Campos e Haroldo de Campos

  1. “... a composição de elementos básicos de linguagem organizados ótico-acusticamente no espaço gráfico por fatores de proximidade e semelhança, como uma espécie de ideologia para uma dada emoção, visando à apresentação direta – presentificação – do objeto.” Um poeta identificado com a filosofia desse movimento estético é:
  1. João Cabral de Melo Neto
  2. Paulo Mendes Campos
  3. Décio Pignatari
  4. Geir Campos
  5. n.d.a.

Um comentário: