quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Oswald de Andrade : Questões


Oswald de Andrade

1.       Considerando o conteúdo, a jacosidade e o aparente descompromisso, é possível dizer que o autor do texto da questão anterior é:
a)       Olavo Bilac.
b)       Lima Barreto.
c)       Fernando Pessoa, ele mesmo.
d)       Alberto Caeiro.
e)       Oswald de Andrade.

2.       Em 1924, Oswald de Andrade publicou Memórias sentimentais de João Miramar, romance considerado por críticos literários como a primeira grande realização da prosa modernista.
Leia a seguir um fragmento dessa obra.
Papai estava doente e vinha um carro e um homem e o carro ficava esperando no jardim.
Levaram-me para uma casa velha que fazia doces e nos mudamos para a sala do quintal onde tinha uma figueira na janela.
No desabar do jantar noturno a voz preta de mamãe ia me buscar para a reza do Anjo que carregou meu pai.
                Sobre a obra e o autor, assinale a alternativa incorreta.
a)       Evidenciam-se os fatos sob uma ótica infantil, principalmente nas orações coordenadas do primeiro período.
b)       Há referência cubista na superposição de sensações, por exemplo, “a voz preta de mamãe”.
c)       As ações, em formas de flashes lembram o desfolhar de um álbum de fotografias.
d)       O tempo e o espaço são fragmentados como se o autor descrevesse cenas cinematográficas.
e)       Registram-se, com clareza, os fatos, dentro de uma linguagem que abdica imagens, tamanha é a força de seu conteúdo.


2ª Fase do Modernismo

3.       As alternativas encerram conceituações corretas em relação à 2ª geração moderna, exceto:
a)       Irreverência histórica e despreocupação com a técnica tradicional do fazer poético.
b)       Engajamento na problemática social.
c)       Predominância da atitude regionalista na produção prosódica.
d)       Poesia de conteúdo denso e irregular quanto ao emprego ou não do rigor técnico tradicional.
e)       Temas em que se denunciam a exploração do homem pelo homem e a desigualdade social.

4.Leia o texto.

          Ritmo
O ritmo em que gemo
Doçuras e mágoas
É um dourado remo
Por douradas águas

Marque a única afirmação que não justifique a classificação do poema lido como produção da 2ª geração da poesia moderna.
a)       Versos simétricos, com sonoridade harmônica.
b)       Conteúdo intimista, pessoal.
c)       Ausência de elementos caracterizadores de uma poesia reformista.
d)       Despreocupação em rimar os versos de maneira regular.
e)       Conteúdo voltado para a descrição de experiência humana.

     

Manoel Bandeira

5.       De Manoel Bandeira se diz que realizou a obra mais equilibrada entre os poetas de sua geração. Tal assertiva só não se baseia no fato de o poeta:
a)       Ter buscado sempre o estritamente necessário para sua comunicação.
b)       Embora prosaico e coloquial, soube enxergar mais além.
c)       Recriar poeticamente o mundo, dando a sua obra cunho universal.
d)       Explorar o humor, o tom jocoso e satírico, sem vulgarizar a poesia.
e)       Colocar os sentimentos, sobretudo o amor, em tom idealizado quase utópico.

6.       O que eu adoro em tua natureza
Não é o profundo instinto maternal.
Em teu flanco aberto como uma ferida.
Nem tua pureza. Nem tua impureza.
O que eu adoro em – lastima-me e consola-me
O que eu adoro em ti é a vida.
                                               Manoel Bandeira
Destaque as alternativas a seguir os elementos presentes no poema.
a)       Rebeldia – ódio pela vida
b)       Melancolia – indiferença pelo mundo
c)       Ternura – paixão pela existência
d)       Saudade – medo do cotidiano
e)       Amargura – conformismo com o destino

7.        Quanto a Manoel Bandeira, marque falso ou verdadeiro.
a)       Defesa do falar quotidiano. (   )
b)       Ironia relativamente aos realistas do século XIX. (   )
c)       Temática popular. (   )
d)       Engajamento nas premissas da 1ª geração. (   )
e)       Ironia sobre a poética parnasiana. (   )


1-E/  2-E/  3-A/  4-D/  5-E/  6-C/  7-V,F,V,V,V 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário